Nos siga nas redes socias!

Como encontrar as melhores ferramentas e serviços jurídicos com BuscaJur

Como encontrar as melhores ferramentas e serviços jurídicos com BuscaJur

Advogado, a quem você recorre quando quer implementar uma mudança operacional no seu escritório de advocacia?

Se o seu primeiro impulso é pedir uma dica para qualquer pessoa conhecida, ou simplesmente digitar no Google o nome do problema que quer resolver e analisar todas as empresas que aparecem, talvez seja a hora de refinar o seu olhar.

Atualmente, existem empresas e startups 100% especializadas em serviços jurídicos.

Ao contrário de empresas de tecnologia, consultoria e serviços empresariais em geral, essas são empresas que criam produtos especializados para o setor jurídico e que têm experiência em atender advogados e escritórios.

Neste artigo, vamos falar sobre esses serviços e sobre como encontrar a solução jurídica mais adequada por meio do BuscaJur.

 

Serviços para escritório de advocacia: procurar uma empresa generalista ou startup jurídica?

Como advogado, certamente você concorda que a especialidade faz a diferença na hora de resolver o problema de um cliente.

Se você tem formação ou experiência em uma área, é natural que os clientes com necessidades relacionadas a essa área estarão em melhores mãos se atendidos por você, do que se atendidos por um advogado “generalista” ou especializado em outra área que não tenha nada a ver.

Felizmente, hoje existem muitas empresas e startups especializadas em soluções para escritórios de advocacia. No caso das startups, elas são chamadas de lawtechs ou legal techs.

Essas empresas aliam tecnologia e serviços gerais para solucionar problemas típicos da advocacia, como, por exemplo, o controle de prazos processuais.

A vantagem de optar por este tipo de empresa, em vez de empresas de tecnologia ou serviços que atendem a todas as áreas, é que a abordagem delas é mais precisa e específica, já que trata-se de serviços e produtos desenvolvidos a partir das necessidades da advocacia – não apenas adaptados para a advocacia.

Inclusive, a maioria dessas empresas e lawtechs é criada ou gerenciada por advogados, que conhecem em primeira mão a realidade dos clientes.

 

O que é o BuscaJur

O BuscaJur é uma plataforma que concentra soluções para a área jurídica. Ele disponibiliza filtros especializados para que advogados e outros profissionais do Direito possam encontrar a melhor empresa, produto ou solução para suas necessidades.

Esses filtros ajudam a buscar uma solução de acordo com:

• modalidade da solução buscada (software ou serviço);

• área (marketing, gestão, tecnologia etc);

• local de prestação do serviço;

• outros.

Foi a primeira plataforma do tipo a ser criada no Brasil, voltada para o Direito.

 

Serviços jurídicos e soluções no BuscaJur

Na BuscaJur, é possível encontrar apps, softwares, robôs, serviços e outras modalidades de soluções para

• gestão de documentos;

• gestão de escritório;

• cobranças, finanças e contabilidade em geral;

• marketing jurídico;

• recuperação de depósitos e de custas;

• fluxos de trabalho;

• busca de marcas e patentes;

• segurança de dados;

• registro de provas digitais;

• peticionamento, publicações e prazos processuais;

• busca de jurisprudência;

• integração de sistemas;

• legal analytics, legal metrics e mensuração de dados para business intelligence em geral;

• cursos, consultorias, coaching e treinamentos.

Solucionando necessidades jurídicas com robôs

A OYSTR é uma das empresas parceiras do BuscaJur. Sua especialidade é RPA (Robotic Process Automation), ou seja: criar robôs jurídicos customizados para automação de processos em escritórios de advocacia.

Lembrando que, na denominação RPA, a palavra “processo” é usada no contexto da gestão, em que um processo é um conjunto de atividades sequenciadas.

No entanto, um robô jurídico também pode atuar dentro de processos judiciais.

Afinal, a RPA trabalha com a programação para execução de tarefas que compõem fluxos de trabalho típicos de um escritório, desde a atividade-fim até atividades-meio, como:

• peticionamento em lote;

• protocolos e intimações;

• habilitações em lote;

• revisão de contratos e petições;

• controle de prazos processuais;

• controle de pagamentos e recebimentos;

• envio de relatórios e comunicações para clientes;

• controle de agenda de audiências, perícias, reuniões;

• cópia integral de processos;

• pesquisa jurisprudencial;

• captura e envio de informações em ambientes jurídicos;

• alimentação de bases de dados;

• gestão de finanças;

• gestão de carteira de clientes;

• e outras.

A delegação dessas tarefas para robôs é o que chamamos automação de processos, uma estratégia que traz aceleração, eficiência, redução de gastos, redução de erro humano e melhor uso dos recursos humanos do escritório.

Conheça mais sobre a atuação e serviços jurídicos da OYSTR na entrevista que o CEO da OYSTR, Rafael Caillet, concedeu para o BuscaJur.


Avatar

Oystr Robôs Inteligentes