Nos siga nas redes socias!

Lawtechs e legal techs: como seu escritório de advocacia pode fazer parte do ecossistema de inovação

Lawtechs e legal techs: como seu escritório de advocacia pode fazer parte do ecossistema de inovação

Talvez você não queira criar uma startup jurídica, nem fazer parte de uma. Mas por que deixar de aproveitar o que elas têm a oferecer?

As lawtechs e legal techs brasileiras atuam nas mais variadas áreas, oferecendo soluções inovadoras e acessíveis. O ecossistema de inovação jurídica no Brasil é bastante agitado e produtivo – contrariando o senso comum de que a advocacia é conservadora e atrasada perante as tendências!

Quer saber mais? Neste artigo, você vai conhecer um pouco mais sobre as law techs e legal techs no Brasil, e sobre o trabalho de radar e networking da AB2L. 

 

Lawtechs e legal techs mostram que a comunidade jurídica é mais aberta e inovadora do que parece

Por mais que a advocacia seja vista como uma área conservadora e tradicional, a verdade é que a comunidade jurídica está bastante aberta à inovação.

Nos últimos anos, as iniciativas tecnológicas na área do Direito têm sido tão grandes que as empresas do ramo ganharam até nome próprio: lawtechs, ou legal techs. Elas compõem seu próprio ecossistema dentro do contexto geral do ecossistema das startups.

Assim como toda startup busca trazer soluções disruptivas e escaláveis para problemas e necessidades das pessoas, as lawtechs e legal techs buscam simplificar a rotina dos profissionais do Direito por meio de softwares, plataformas, ou outros produtos ou serviços.

Em 2018, os investimentos no setor de lawtechs e legal techs ultrapassaram o valor de U$1 bilhão ao redor do mundo, segundo pesquisa da lawtech de contratos Lawgeex, dos Estados Unidos.

Para 2020, espera-se que esse investimento seja tão grande quanto ou até maior! Inclusive porque, devido à pandemia, muitos escritórios de advocacia e órgãos jurídicos que resistiam à adoção de ferramentas digitais passaram a adotá-las. E quem já adotava, potencializou ainda mais o uso e o investimento.

 

Conheça a AB2L: o ponto de encontro e de união das lawtechs e legal techs do Brasil

A Associação Brasileira de Lawtechs e Legal Techs (AB2L) é composta por startups da área jurídica e escritórios de advocacia interessados e atuantes na promoção de novas ferramentas e tecnologias para advogados e para a Justiça em geral.

Os associados da AB2L têm acesso a grupos de trabalho, descontos em eventos da área, conteúdos e oportunidades de conexão e networking entre profissionais da área.

Fundada em 2017, a AB2L mantém um radar de lawtechs e legal techs, mapeando soluções e tendências nas áreas de:

• Analytics e Jurimetria – plataformas de análise e compilação de dados e jurimetria;

Automação e Gestão de Documentos – softwares de automação de documentos jurídicos e gestão do ciclo de vida de contratos e processos;

• Compliance – empresas que oferecem o conjunto de disciplinas para fazer cumprir as normas legais e e políticas estabelecidas para as atividades da instituição;

• Conteúdo Jurídico, Educação e Consultoria – portais de informação, legislação, notícias e demais empresas de consultoria com serviços desde segurança de informação a assessoria tributária;

• Extração e monitoramento de dados públicos – monitoramento e gestão de informações públicas como publicações, andamentos processuais, legislação e documentos cartorários;

• Gestão – Escritórios e Departamentos Jurídicos – soluções de gestão de informações para escritórios e departamentos jurídicos;

• IA – Setor Público – soluções de Inteligência Artificial para tribunais e poder público;

• Redes de Profissionais – redes de conexão entre profissionais do direito, que permitem a pessoas e empresas encontrarem advogados em todo o Brasil;

• Regtech –soluções tecnológicas para resolver problemas gerados pelas exigências de regulamentação;

• Resolução de conflitos online – empresas dedicadas à resolução online de conflitos por formas alternativas ao processo judicial como mediação, arbitragem e negociação de acordos;

• Taxtech – plataformas que oferecem tecnologias e soluções para todos os seus desafios tributários;

• Civic Tech –  tecnologia para melhorar o relacionamento entre pessoas e instituições, dando mais voz para participar das decisões ou melhorar a prestação de serviços;

• Real Estate Tech – aplicação da tecnologia da informação através de plataformas voltadas ao mercado imobiliário e cartorário.

Uma das startups no radar da AB2L é a OYSTR, especializada em RPA e desenvolve robôs inteligentes para escritórios de advocacia, Tribunais, sistemas de gestão e outras demandas personalizadas.

 

Como seu escritório de advocacia pode fazer parte do ecossistema de inovação no Direito

Talvez você não queira criar uma legal tech, nem fazer parte de uma. Não tem problema!

Nem por isso, seu escritório de advocacia precisa ficar de fora do ecossistema de inovação.

Advogados também podem se associar à AB2L e fazer parte do radar de escritórios de advocacia associados. 

Dessa forma, seu escritório fará parte de uma rede de contatos que te expõe a novas possibilidades de parcerias, negócios, estudos, aprendizado e interação com quem está na linha de frente da inovação jurídica no Brasil.

Engana-se quem pensa que somente empresas estrangeiras têm soluções inovadoras para a advocacia!

São muitas as ferramentas e soluções trazidas pelas lawtechs e legal techs brasileiras também.

Entre elas, estão os robôs advogados desenvolvidos por legal techs como a OYSTR, que podem desempenhar atividades como:

• protocolo de peças;

• geração de relatórios processuais;

• abertura e controle de prazos processuais;

gestão de fluxo de trabalho em sistemas processuais de Tribunais diferentes;

• peticionamento em contencioso de massa;

• gestão financeira;

• entre outras tarefas, inclusive customizáveis.

A RPA, sigla em inglês que se refere à automação robótica de processos, é uma das facetas da inovação jurídica que mais tem se destacado ultimamente.

Cada vez mais advogados têm inserido os robôs jurídicos nas suas rotinas administrativas, desconcentrando atividades para que possam se dedicar exclusivamente ao núcleo do seu negócio: advogar.

Para conhecer mais sobre as oportunidades da RPA e das lawtechs e legal techs brasileiras, continue acompanhando o conteúdo da OYSTR.

Somos associados à AB2L e atendemos advogados, escritórios e órgãos públicos em todo o Brasil.


Avatar

Oystr Robôs Inteligentes