Nos siga nas redes socias!

Messi, Mbappé e Cristiano Ronaldo juntos?

Messi, Mbappé e Cristiano Ronaldo juntos?

Se tivéssemos que desenhar um escritório perfeito, uma rotina ideal, desenhada especialmente para um escritório de advocacia moderno como seria?

Mas isto existe? 

Sabe quando você monta aquela seleção de futebol dos sonhos? Com os melhores atacantes, a melhor zaga, melhores laterais, os melhores meias e goleiro menos vazado? E ainda, o treinador mais vitorioso e querido por todos? Isso é possível? Sim. Talvez no aplicativo, no cartola, e no site daquele canal de esporte que você gosta.

E no seu escritório. Seria possível? A resposta é sim. É possível. 

E não estamos falando somente de capital humano, dos talentos, das estrelas que vão receber o seu cliente, atender, confeccionar a melhor petição e protocolizar com prazo de segurança como se fosse aquele gol de placa. 

Estamos falando das melhores rotinas e é claro, das melhores ferramentas

Mas não pense que a sua equipe vai ganhar o campeonato se não aliar uma ótima estrutura (não estamos falando somente de estrutura física), a melhor técnica, o melhor esquema tático com as estrelas do jogo.

Sem dúvida nenhuma, a advocacia se equipara ao futebol em muitos aspectos. Principalmente porque não sabemos o resultado até o apito final. São 90 minutos de muito trabalho de muito bate bola, muita instrução e suor para levantar a taça.

E como sempre, nos artigos construídos especialmente para vocês leitores do blog da Oystr, temos que ter um passo a passo.

E aí vai a pergunta? Como fazer Messi, Mbappé e Cristiano Ronaldo levantarem a taça juntos? No nosso mundo jurídico do futebol?

Como mencionado acima, temos que aliar diversas áreas e muitas variáveis juntas.

Vamos começar com aquele levantamento de como está a minha operação jurídica hoje, focando sempre na melhoria da rotina, na busca pelo precioso tempo tão necessário nos dias de hoje. Afinal, até pouco tempo eu ficava sentado em minha confortável cadeira dentro da minha sala muito bem decorada com meus diplomas pregados na parede, mas hoje eu tenho que atender clientes pelo zoom, fazer reuniões on line com a equipe, escrever artigos e Pareceres sobre as alterações legislativas quase que diariamente e enviar para o meu cliente pelo Whats app.

https://esportes.r7.com/lance/futebol/fotos/time-dos-sonhos-da-fifa-vale-quase-r-5-bilhoes-mbappe-e-o-mais-caro-25092019#!/foto/1

 

Flertando com o antigo desconhecido

Antes, eu gestor, antes eu temia que toda esta tecnologia me afastasse do cliente e hoje eu preciso dela para manter a minha presença digital junto ao cliente e evitar uma possível rescisão de contrato. Antes eu morria de medo de robô hoje eu já contratei um robô de automação que faz a leitura dos painéis do Tribunais onde eu tenho o maior volume de processos e já estou flertando com mais alguns robôs que vão melhorar as rotinas da minha Controladoria Jurídica e trazer aquele tempo tão almejado. Afinal, além de tudo já mencionei que venho fazendo de novo, eu ainda tenho que gravar vídeos, fazer lives, e muito mais. Por isso o tempo está cada vez mais escasso. Tudo mudou e eu estou me reinventando. O campeonato está aí e eu não posso perder tempo.  

Então, diante deste gestor que teve que se modificar, se reinventar e que certamente alargou suas aptidões, quais seriam os próximos passos rumo ao caneco?

Depois do levantamento, que seria no futebol aquela fase de contratações e pré-temporada, a hora de aproveitar a “janela da Europa”. Exatamente! Agora é a nossa janela da Europa. Hoje nos vemos quem se adaptou, quem vestiu a camisa. Vemos também que está entregando, conseguimos olhar para a produtividade individual da equipe e principalmente vemos que temos que abandonar velhas práticas. Quanto mais automatizado e digital for o meu time, melhor. 

É nesta fase que eu vou buscar os fornecedores de tecnologia demais parceiros. Vou mudar de software, porque o que eu atendo já não atende as minhas necessidades, vou contratar robôs de automação, vou contratar plataformas de assinatura digital, plataformas de acordo, contratar ferramentas de reuniões on line, comprar EPI para minha equipe, comprar mais scanners. Exato tem que ser tudo ao mesmo tempo. Afinal eu não posso contratar somente zagueiros, ou laterais.

Recapitulando: Passo 1: levantamento.

Passo 2: contratações (lembrando que para contratar fornecedores de tecnologia não esqueça de solicitar demonstrações e orçamentos).

Treinamento, esquema tático e a competição

 janela de transferência é o período do ano em que os clubes de futebol podem transferir jogadores de outros países para a sua equipe.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Janela_de_transfer%C3%AAncia Wikipédia> acesso em 17 de junho de 2020

 

Agora que eu já sei quem veste a camisa, já contratei a melhor tecnologia para cada rotina, chegou a hora de treinar, jogar amistosos, focar no preparo físico de cada atleta. 

Exatamente, como no legal design, é hora de experimentar. 

Eu preciso saber de aquela equipe está pronta para colocar a tecnologia em campo e extrair o melhor de cada ferramenta, e cada colaborador.

Mas não pense que será fácil, você pode sim perder algum amistoso, sofrer alguma lesão, mas lembre-se de usar esta derrota para se fortalecer e voltar mais forte para a quatro linhas.

Recapitulando: passo 3: testar

Jogador caro

Pronto, este time trabalhou, lutou, abriu mão de muita coisa, treinou, empatou perdeu, suou. No nosso caso, teve a humildade de olhar para a sua banca com um olhar crítico, e não hesitou em transformar, em mudar em aliar a tecnologia com os melhores talentos do seu time. Concluiu que contratar tecnologia era um investimento e não um gasto. Perfeito.

Se você fez tudo isso, pode levantar os braços e soltar o grito que estava preso na garganta, você já é merecedor do lugar mais alto do pódio. Você fez história, neste período tão peculiar da nossa advocacia. Parabéns.


Tatiana Rodrigues

Tatiana Rodrigues

Advogada, Consultora plena em Gestão da produção Jurídica. Professora da disciplina de Controladoria Jurídica e Inovação da graduação (Uninter), professora da disciplina de Controladoria Jurídica na pós-graduação ESA- GO/Dalmass, professora da ESA/PR. Palestrante e autora de diversos artigos em Gestão Legal.